30/12/10

Fala-me de amor

Amor, palavra pequena
De colossal complexidade
A que a todos impregna
A horrível simplicidade


O amor hoje é tema de conversa
Da dor que a tantos causa
Mas o que verdadeiramente interessa
É a marca que deixa por onde passa


Querem que falem bem do amor?
Não consigo.
Porque falar de tremenda dor
Faz-me sentir em tamanho perigo


Sentimento traiçoeiro
Este que a todos atormenta
Gostava que não fosse tão verdadeiro
Pela enorme dor que aparenta


Traz tantos sentimentos interligados
Aquilo que tão poucos dão valor
Porque aqueles que vivem apagados
Nunca saberão o que é o amor.

1 comentário:

Joana A. disse...

Todos nós hoje em dia falamos sobre o amor, nem sempre por boas razões.
O amor pode ser bom ou mau, consoante o uso e a demonstração que se faz dele.

Todos nós, já sofremos por amor, nem que seja pela nossa melhor amiga, que nem sempre faz coisas certas e que nos magoa.