16/09/10

Não sou poeta

Não sou poeta
Não sei rimar
Mas sei que á minha meta
Consigo chegar


Já não escondo
Que as palavras são tudo na minha vida
Posso correr este mundo
Que nunca ficarei perdida


Perdida no sentido
Que lhes tento dar
E que em cada segundo
Tento alcançar


Dar-lhes sentimento
Não é fácil de se conseguir
É sempre o meu tormento
Mas tento-lhe resistir


Viver com elas
Por vezes é difícil
Como conseguem ser tão belas
Querem-nos sempre fugir

2 comentários:

Ana Paixão disse...

E assim eu conhcite no 10 D :D * e pronto sabes que foi uma beca cmplicado * * eu ja devia ter comentado mas sou tao preguiçosa mas vamos falar d ti* * desde que te cnhço sei que es uma pessoa que escreve mt bem acredita sempre em ti eu acho que a mim por vezes faltou me isso ** * sabes bem que gsto mt dos teus txtos** e podes cntinuar a escrever eu vou cntinuar aqui a apoiarte* * bj* ana paixao

Pensador :) disse...

Um poeta é um escritor especial, não pelas regras que implementa em sua escrita mas pelo sentimento com que banha cada palavra.

Um poeta deve perder-se em sua escrita pois um poema não deve ser pré-formatado, idealizado, deve ser escrito conforme se escreve, pesar num verso apenas ao escrevê-lo. Só assim será realmente verdadeiro.

Do teu mano...