29/09/10

...

Já não me restam muitas palavras, tenho tudo dito, os meus gritos, as minhas revoltas, as minhas lágrimas que ninguém me viu chorar mas que ficaram marcadas nas folhas onde deixava a caneta fluir e exprimir os sentimentos que explodiam dentro de mim. Só me resta o silêncio, aquele silêncio que eu procuro á muito dentro de mim, por que ele é sinal de paz e é isso que me faz falta. Quero-o, preciso dele, desejo-o! Quero que o silêncio me invada e me mostre que a vida novamente tem sentido e eu estou bem comigo mesmo. As palavras estão a esgotar-se, não sei se para sempre, se simplesmente por agora. As palavras estão no fim.

2 comentários:

Pensador :) disse...

As palavras nunca acabam, as palavras acompanham tanto os sorrisos quanto as lágrimas, porque buscar o silêncio quando o bem-estar nos invade? Nessa altura sim devemos expressar o que temos e sentimos, nessa altura somos pessoas melhores e como tal melhores escritores.

Só espero que nunca te acabam as palavras pois perderia muitos bons momentos que tenho apenas ao ler coisas como as que escreves.

Do teu mano

Princess disse...

As vezes faltam nos as palavras, a vontade de escrever seja o que for, pois nem nos mesmo sabemos o que estamos a sentir. . mas volta depois (:
kiss