12/09/11

Sinto falta de alguém que me ouça, de alguém que me impeça de chorar. Sinto saudades ainda daquela lâmina que me trespassava a carne, enquanto a agonia se dissipava. Faz-me falta ser gente, e não uma mera marioneta no meio desta guerra. Onde sou vítima e responsável. Onde choro na escuridão da noite. Pois sou a única escrava desta guerra.

1 comentário:

loirinha disse...

Apesar da nossa proximidade agora não ser tão grande de momento,tu és especial para mim,és uma amiga especial...e soubes-te ser sempre.
"Sempre que te sentires triste, angustiada,com necessidade de desabafar...
Podes contar comigo!
Sempre que te sentires mal aceite
ou incompreendida...
Podes contar sempre comigo!
Mas...
Também podes contar comigo quando o teu coração estiver radiante de vida,esfuziante de entusiasmo e motivação,brilhante de realização pessoal e profissional cheio de coisas boas para paratilhar...
Podes contar sempre comigo,
Incondicionalmente!
Basta dizeres...basta pedires...
Ou basta simplesmente,deixares que eu perceba que queres poder contar comigo!...
E eu estarei "lá"...pelo simples facto de existires.