12/09/11

Para ti chorar é pecado
Como sorrir se revelou errado
De rir simplesmente tens medo
Porque tu te transformaste num segredo

Nem a tua sombra te suporta
Na imensidão dos factos
Pois a ti já nada te importa
Nem a dor que geram os teus actos

Só a apatia te consumiu
Enquanto vagueias sem destino
Viraste a cara ao que te iludiu
Conheceste assim o abandono

Porque foste tu quem criaste a tua dor
Rendeste-te à certeza de estar errados
Perdeste a essência de sonhador
Tornaste-te assim um escravo do teu fado

1 comentário:

Patricia Paula disse...

Este está genial *.*, como sempre. Começo a ficar sem comentários ;P lol. Bjs, patipula